FEA esclarece reportagem do Valor sobre Fundo Patrimonial

ESCLARECIMENTOS SOBRE A MATÉRIA PUBLICADA PELO JORNAL VALOR ECONÔMICO INTITULADA “ENDOWMENT DA FEA LEVANTA R$ 4 MI E ANUNCIA PROJETOS”

 

Em função da matéria publicada pelo jornal Valor Econômico, em 10/12/2020, assinada pela jornalista Barbara Bigarelli, a diretoria da FEA USP vem a público fazer esclarecimentos sobre a Associação Sempre FEA:

1. A matéria apresenta referências como “endowment da FEA” e “Fundo Patrimonial da FEA”, que não refletem a realidade. A Associação Sempre FEA não tem nenhum vínculo formal com a FEA USP, seja convênio ou outra forma, nem autorização para uso de imagem, ou o nome, ou outro elemento que possa associar suas atividades ou planos aos da Faculdade. Encaminhamos a discussão sobre a legalidade do uso de imagem e nome à Procuradoria Geral da Universidade de São Paulo, órgão competente que trata desse tema.

2. A Associação Sempre FEA teve o início de suas atividades neste ano de 2020, tendo como componentes na sua direção e conselho, majoritariamente, doadores dissidentes que faziam parte da Fundação Fundo Patrimonial da FEA, instituição conveniada com a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo. A referida Fundação, existente desde 2014, propõe-se a desenvolver a atividade de endowment para a comunidade da Faculdade, a partir dos modelos de Harvard, Yale e Illinois.

3. Nos estatutos da Associação Sempre FEA, ela formalmente define que os recursos “são destinados a apoiar projetos da comunidade FEAna (alunos, professores, funcionários e entidades representativas dessas categorias) e não a apoiar a FEAUSP diretamente”. A FEAUSP não é uma instituição apoiada pela Sempre FEA nos termos da Lei no. 13.800/19. Em outras palavras, a instituição que é referenciada aos egressos, como aquela que deveria receber retribuição pelos benefícios proporcionados nas suas trajetórias educacionais, não faz parte do foco de atuação da Associação Sempre FEA.

4. A Congregação, órgão máximo da FEA USP, discutiu e aprovou princípios gerais para relacionamento com entidades que façam ou venham a fazer uso de sua imagem.

5. Em função dos itens anteriores, deve ficar claro à comunidade em geral, particularmente aos doadores que efetivamente contribuíram ou contribuirão, que as doações não foram, nem serão recebidas pela FEA USP, a qual não tem qualquer responsabilidade sobre tais recursos, sua gestão ou mesmo aplicações.

Atenciosamente,

Fábio Frezatti

Diretor da Faculdade Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo

 

 

Data do Conteúdo: 
quinta-feira, 10 Dezembro, 2020

Departamento:

Sugira uma notícia